Mulher X Homem - VIRGINDADE (+18)

11:31:00

Finalmente chegou o dia de estrear o novo quadro do blog. Mulher X Homem. E o primeiro assunto escolhido é virgindade. Mas antes de iniciar, vou explicar como funciona esse quadro.


O quadro Mulher X Homem é um jogo de perguntas e respostas, onde há quatro participantes, dois do sexo feminino e dois do masculino. Cada postagem é escolhido um assunto "x" e sobre ele, feito perguntas para os 4 participantes responderem de forma sincera, direta e sem timidez. Por as vezes tratarmos sobre assuntos polêmicos ou íntimos, não será divulgado o nome dos participantes, porém, somente a letra inicial do nome ou sobrenome. Sendo os cor-de-rosa, as mulheres.

O intuito do jogo é mostrar para vocês as diferentes visões de determinado assunto, mas fazer isso se forma divertida. Para isso, separei dois grupos, sendo um homem e uma mulher em cada, onde os pensamentos e experiências são o oposto de um grupo para o outro.

Agora vamos iniciar logo esse jogo de verdade que eu já estou super curiosa para compartilhar com vocês. Vamos conferir...


1Para você, existe alguma regra para a primeira vez? (Ex.: precisa ser com alguém que gosta ou não? etc)

G - Para mim, a primeira vez deve ser algo especial, com alguém que goste, confie e se sinta seguro(a). Precisa ser algo que faça a pessoa lembrar, com um sorriso no rosto, tudo que viveu naquele momento. Afinal de contas, perder a virgindade, é um grande passo na vida. Para muitos, é até uma mudança de vida, hábitos, vontades e tudo mais... Então, tenho como regra, e sempre falo isso para os meus amigos que ainda são virgens, que não se sintam pressionados por conta da idade ou dos amigos chatos que ficam falando besteira. Quando encontrar a pessoa especial vai saber quando a hora chegar. É instinto.

H - Acredito que sim. No meu ponto de vista, não podemos ter este ato, essa descoberta, esse momento especial com qualquer uma que conhecemos por aí e simplesmente vamos lá e fazemos. Não! A primeira vez você tem que confiar em alguém e tornar algo, provavelmente ‘assustador’, em algo mais tranquilo, íntimo e relaxado.

D - Bom, eu tenho uma visão um tanto quanto romântica das coisas. Alguns acham meio idiota a minha forma de pensar porém, acredito que por ser um momento único, uma descoberta, tem que ser com alguém que você goste e se sinta a vontade, sem medos e sem receios.

R - Não existe planejamento, não adianta, você pode desenhar tudo na sua cabeça, de como será, porém, chega na hora acontece tudo diferente. A princípio, pode ser algo que você vai fazer com aquela pessoa que confia e tem uma relação ou com um total desconhecido ou desconhecida.

2Nos conte como foi sua primeira vez, utilizando apenas três palavras.

G - Gostaria de esquecer.

H - Ainda não aconteceu.

D - Ainda não aconteceu.

R - Não foi a melhor.

3Qual era seu maior medo/receio sobre perder virgindade?

G - O meu maior medo era de ser descoberta pela minha família, já que aconteceu quando eu tinha apenas 15 anos (hoje, eu acho que foi cedo demais). Mas também tinha outros medos como, doer demais, não saber o que fazer, a pessoa não gostar de mim e só querer me usar (que acredito que foi o que aconteceu), possuir vergonha do próprio corpo e pensar que não iam me achar bonita, também tinha um grande receio de que iria sangrar muito...

H - Meu maior medo, ainda continua sendo, de não satisfazer a mulher completamente na hora. Porque meu pensamento é fazer isso mais pela parceira e não por mim. Sei o quão estressante pode ser um dia de uma mulher, e apenas chegar no final do dia e fazer ela esquecer isso, com muito amor, carinho e intimidade.

D - Bom, na verdade ainda é meu receio pois ainda sou virgem. Acredito que o meu receio, seja o da maioria das meninas. Vergonha do próprio corpo, receio de fazer algo errado e ser taxada de idiota, enfim, pensar no momento já trás um certo medo.
 
R - Com certeza broxar ou, sei lá, não saber aonde enfiar o pau. (kkkkk)

4 Você têm ou tinha vergonha de falar que era virgem? Por quê?

G - Não, porquê perdi minha virgindade cedo demais. Mas eu tinha vergonha de falar, pois não me sentia bem falando do assunto e minhas intimidades.

H - Não. Não tenho vergonha de falar que não achei uma pessoa confiável nesses 21 anos para ter essa ‘intimidade’. Eu reparava, nos barzinhos e baladas em que ia com os amigos, assim que falava, algumas ‘mulheres’ tinham medo de ser minha primeira vez, o que era bom, me afastava de pessoas que não seriam especiais na minha vida. Sempre quando meus amigos brincavam comigo sobre minha virgindade, eu retrucava com o fato de não correr nenhum risco de contrair nenhuma DST. Risos.

D - Quando eu era mais nova, só ver as amigas falando da sua primeira vez, contando sobre as experiências com o namorado ou ficante, eu acabava não falando nada até pela questão de aceitação (infelizmente, hoje em dia, parece que ser virgem é "doença". Te tratam como um alienígena.), mas depois percebi que era idiotice minha esconder (não que eu saia espalhando aos quatro ventos mas se me perguntarem, respondo numa boa sem titubear.) Não tenho o menor medo ou vergonha de dizer que ainda sou virgem e que é por escolha. Como respondi na primeira pergunta, quero que seja com alguém com quem eu me sinta a vontade e que me passe segurança.
 
R - Lógico, chega uma certa idade que geral da turma já não é e você tá ali, "cabaço", chega a mentir e dizer que não é.

5Quando mais novo(a), como imaginava que seria a sua primeira vez? Ocorreu como esperava?

G - Pensei que seria com um namorado que eu amasse, que ele seria muito carinhoso e me ensinaria várias coisas, que seria cuidadoso para não me machucar. Que aquele momento seria inesquecível. Mas, não foi nem parecido. Foi com um namoradinho qualquer, que não conseguia segurar o tesão e nem se importou com o fato de ser minha primeira vez. Então, meio que me forçou. Eu queria, mas não estava pronta ainda, era questão de tempo. Tempo esse, que ele não soube respeitar. Então, basicamente, nem conto a perda de virgindade como a minha primeira vez, já que o cara foi um ogro comigo.

H - Acredito que será um aprendizado. O que fazer, como fazer, qual a hora certa de fazer e assim vai. Não gosto de me guiar por pornôs, no qual a maioria trata a mulher como um objeto, sei que pode ser meio ‘doce’ esses meus dizeres, mas é minha cabeça. Existem atores profissionais com que você aprende muita coisa, sobre penetração, sexo oral, preliminares, o que te dá uma ideia do que fazer e do que não fazer na hora. Mas espero que ocorra da forma mais natural possível e que seja prazeroso para ambos os lados.

D - Ainda penso sobre isso e imagino que será algo que me fará ter boas lembranças por ter sido com alguém que era especial pra mim.

R - Como respondi me antecipando na primeira pergunta, nada sai como planejado, rola muita tensão em tentar fazer o certo, em estar ali e acaba estragando o momento. Não quero traumatizar ninguém sobre a primeira vez, o lance é relaxar, deixa o momento seguir por si só e depois da primeira, tem a segunda, a terceira, enfim a experiência te leva a melhorar.



E então, o que acharam do quadro e do assunto escolhido para a estreia dele? Sintam-se a vontade para responder as perguntas, pois eu adoraria bater um papo com vocês sobre isso. Comentem.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

22 comentários

  1. Ameeeei essa nova categoria do blog!! Como sugestão de próximo assunto vamos falar sobre roupa, se a roupa que a mulher veste mostra o caráter ou a personalidade dela.
    As vezes as pessoas romantizam a primeira vez, mas concordo com o R, nem sempre sai como se espera. E que triste como aconteceu com a G. Ela não foi respeitada e era muito nova.
    Eu ri das respostas à segunda pergunta, kk.

    Beijo, www.apenasleiteepimenta.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Les. Agradeço muito a sua sugestão e com certeza irei fazer mais para a frente.

      Fico feliz que tenha gostado, rs.


      Beijos

      Excluir
  2. Bacana esse post pra saber como pensam sem tabus.
    Que venham os próximos!

    Beijos 😚
    Meu Blog A primeira Casa
    Estamos no Facebook Com Minhas Inspirações

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu achei que ficaria bem legal trazer um quadro assim para o blog. Beijos

      Excluir
  3. Ooi, tudo bem?
    Eu achei bem legal a ideia desse novo quadro no blog, bem legal mesmo, eu adoro ler essas coisinhas, tem um livro que fala mais ou menos sobre isso "Porque os homens transam e as mulheres fazem amor", algo assim...enfim, adorei o quadro, de verdade.

    Sobre a postagem de hoje e inauguração do quadro, tambem gostei bastante. Acho interessante para todos os lados, para quem ja fez e quem não fez, é bom saber que tu não é p unico virgem ou o unico que não perdeu a virgindade da melhor forma.
    Gostei bastante
    beijos
    http://isah-cerejasvoadoras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Isah. Fico contente em saber que tu, e mais várias pessoas, adoraram o quadro. Eu escolhi essas pessoas para participarem do quadro, exatamente por terem experiências diferentes.

      Beijos

      Excluir
  4. Adorei esse novo quadro!! Foi ótimo ler opiniões diferentes sobre esse assunto. Em alguns tópicos acho que o pensamento masculino e feminino se distanciam muuuuito mesmo.

    xox
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu até convidei pessoas com experiências diferentes para ver isso, as opiniões opostas sobre algumas coisas, rs.


      Beijos

      Excluir
  5. Amei essa nova abordagem do tema!! Muito legal! http://www.tatycamposblog.com/2016/11/sorte-de-um-amor-tranquilo.html

    ResponderExcluir
  6. Muito legal esse novo quadro, e também interessante da forma que você está abordando ele.
    www.bloganyduarte.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara *-* é tanta felicidade ao ler esses comentários. Fico imensamente feliz em ver que o pessoal gostou.


      Beijos

      Excluir
  7. Apesar de ser um assunto muito normal, poucas pessoas conversam abertamente sobre o assunto. Não tenho vergonha em dizer que, minha primeira experiência foi tarde se pensarmos na normalidade de hoje, aconteceu com os meus 18 anos! Porém foi com quem eu amava, aquela velha história de primeira namorada, sabe?! Nos conhecemos ainda na infância, com 11 anos, e de lá pra cá tanto eu, como ela, tivemos a nossa primeira experiência muitos anos depois, na quela época apesar de não fazer muito tempo, o assunto era algo muito retraído, mas o que importa é que temos boas lembranças, e mesmo cada um ter seguido o seu caminho, acho que vamos guardar esta experiência ao longo da nossa vida. Parabéns Gaby, por abortar este assunto no blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, deveria ser um assunto normal, mas as pessoas transformam em tabus...
      É ótimo quando a primeira vez acontece como foi contigo, assim tu tens memórias maravilhosas para sempre.


      Beijos

      Excluir
  8. Parabéns pelo assunto que muitas vezes é um tabu várias pessoas mais um assunto muito bom pra várias pessoas mais logicamente que ruim pra outras,mais o bom é que aborda um assunto que muitas gente se sente tímida pelo assunto abordado. Mais uma vez pela página Gaby.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Carlos.
      Exatamente por ser assunto tabu, resolvi trazer para o blog, e achei muito legal essa forma que criei, com diversas opiniões e experiências diferentes...

      Beijos

      Excluir
  9. Nossa! Que bacana esse quadro, acho que a primeira vez de todos não foi muito boa né, minha professora na época da escola, dizia que a primeira vez é uma merd* rsrs :x mas acho sim que a primeira vez deve ser com alguém que você goste, afinal é a sua primeira vez haha, beijos
    www.blogbelezamake.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom seria se minha professora tivesse falado isso, em vez disso, me deixaram sonhando com algo muito legal e romântico, rs.


      Beijos

      Excluir
  10. Que quadro mais incrível, Gaby. Amei demais essa iniciativa e tantas informações incríveis para quem quer saber mais sobre esse universo, realmente, a perda da virgindade é algo único e inovador para cada pessoa, pois são experiências totalmente diferentes, né? Amei a versão das quatro pessoas. Um super beijo, Blog Minuto de Bobeira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kaila, fico muito feliz que também tenha gostado.
      Sim, a primeira vez deve ser assim, pena que nem sempre é dessa forma, rs.


      Beijos

      Excluir
  11. Olá, tudo bem?
    Amei o quadro! Podemos ver várias personalidades diferentes e respostas sinceras. Já espero pelos próximos temas.
    Beijos!

    Http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Esther, tudo bem e contigo?
      Que ótimo que gostou. O próximo post de M X H será bem legal também.


      Beijos

      Excluir

Youtube

Curta no Facebook

Twitter