Amizades que ficam ou que passam...

11:35:00

Imagem retirada da internet. Se for de sua autoria, comunique.

Na vida conhecemos muitas pessoas. Algumas especiais, de bom coração, pessoas maravilhosas, que somam na nossa vida e existência. Outras nem tanto. Pessoas que nos causaram dor, sofrimento e decepções. Mas isso não importa.

Não importa o tempo que durou, quanto tempo ficaram, se foram embora ou ainda permanecem. Não importa quantas lágrimas foram derramadas, quantos sorrisos e gargalhadas. Não importa se ficamos bonitos ou feios nas fotos, se tivemos ou não muitas histórias.

Não importa quantas viagens fizemos ou se nenhuma. Não importa se já ficamos sem nos falar por dias, meses ou apenas horas. Não importa se cometemos erros um com o outro ou se fizemos tudo certo.

Não importa a distância, nem quanto tempo não nos falamos. Não importa se nos tornamos melhores amigos da noite pro dia ou se demorou anos para acontecer. Não importa se éramos unha e carne e hoje só lembranças. Não importa se discordamos a todo momento ou se nos damos tão bem a ponto de terminarmos a frase um do outro.

Não importa se trocamos muitos ou poucos abraços. Não importa se somos feios ou bonitos, se somos brancos ou negros. Não importa nossa classe social, religião e nem nossos gostos musicais diferentes. Nada disso importa.

O que realmente importa é que nos trouxeram as melhores experiências e histórias que poderíamos viver. O que importa é que em algum momento de nossas vidas tivemos a sorte e o prazer de nos cruzar e, então, deixar marcado nas nossas histórias uns aos outros.

O que importa é a intensidade que essas amizades foram vividas. As lembranças que ficaram e o quão importantes foram para nós. O que importa é a marca que deixaram e o quanto aprendemos com cada uma delas. O que realmente importa é que, em algum momento, nossas vidas se cruzaram e nos tornamos amigos para sempre ou só por um momento.


Escrito por Gabriela Dahmer Coitinho

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

16 comentários

  1. Que texto mais lindo, Gaby! Há tantas pessoas que passam pela nossa vida e vão embora, sua reflexão ficou incrível.

    Um super beijo, Blog Minuto de Bobeira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguns anos atrás, escrevi parte desse texto como legenda do álbum de amigos no meu face, então esses dias, olhando fotos antigas comecei a ficar inspirada. Recordei momentos e pessoas que passaram pela minha vida mas não permanecem mais. Senti uma coisa boa, pois eu não fico magoada quando isso acontece, mesmo que devesse, talvez. Mas vejo pelo lado das boas lembranças...
      Fico feliz que tenha gostado.


      Beijos

      Excluir
  2. Que texto lindo! Eu ouvi uma frase em um filme, que hoje falo que é a minha frase
    "nossas digitais jamais se apagam da vida de quem tocamos" então levo isso pra mim!
    Os que ficam são é o que são pra ficar, e os que se vão, levam um pedaço de mim!
    adorei
    beijos
    http://www.tatycamposblog.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito verdade, essa frase definiu completamente o que quis transmitir no texto.


      Beijos

      Excluir
  3. Respostas
    1. Oi, sua linda!
      Fico feliz que tenha gostado.


      Beijos

      Excluir
  4. lindeza de texto mesmo, eu tenho amizades de mts anos que sao mt especiais

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também tenho algumas, mas é incrível como, na nossa vida, tantas pessoas passam e todas as marcas que deixam, né?


      Beijos

      Excluir
  5. Que lindo! E é verdade, o que importa foram as histórias. Eu só guardo as partes boas das minhas amizades, porque vez ou outra me vem uma lembrança e aí eu começo a contar e lembro que nesse dia eu estava com tal pessoa, então é bom relembrar e ter essa conclusão de que "É... Foi bom esse momento" hahaha! Vou compartilhar seu texto, porque adorei!

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor coisa que existe são as boas lembranças né? E quando lembramos de algo e ficamos rindo sozinhas? É tão gostoso. Por isso falei que, o que realmente importa, foi a passagem, as marcas e histórias que deixaram na nossa vida...


      Beijos

      Excluir
  6. Oi, tudo bem?
    Adorei o texto! É isso mesmo, temos que aproveitar o momento e guardar sempre lembranças boas daquelas amizades, e a intensidade é fundamental. Muitas pessoas passam pela nossa vida, e muitas delas acabam não ficando, mas o importante é sempre lembrar de como aquilo foi bom!
    Beijos
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br
    Vídeo novo: https://www.youtube.com/watch?v=Sc3RpZlae-Y

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, lembrar de como foi bom e tudo que nos fez aprender.

      Beijos

      Excluir
  7. Eu tenho poucas amizades mas são aquelas bem velhas sabe? O que importa são as boas lembranças e aprendizagens
    Beijos ♥

    http://lesjoursdemarcela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também tenho poucas, maioria de muitos anos já. Mas já se passaram tantas outras que não ficaram...


      Beijos

      Excluir
  8. Eu li um comentário e é verdade: Nossas digitais jamais se apagam da vida de quem tocamos.
    Mais sabe, eu demorei pra entender o ir embora, mesmo sabendo que isso sempre vai acontecer, eu não entendi o pq alguns amigos (a) simplesmente do nada se afastaram, e, até hoje eu não entendo. Mas eu aprendi a compreender, vivo melhor com isso, o que ficou mesmo foram todos os melhores momentos, e essas lembranças me conforta, algumas pessoas vêm e outras ficam. Assim como tudo na vida, poucas as coisas vêm pra ficar, temos que saber lidar com essas divergências naturais do ser humano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nesse quesito eu sempre entendi melhor, talvez porque sempre fui eu a amizade que parti. Eu nunca fui apegada demais a coisas e pessoas, por isso eu sempre gostei de ir pra lugares novos, viajar, e foi um dos motivos por eu ter ido sem medo e remorso algum para SP. Eu sempre entendi que todos temos um caminho, e num certo momento, os caminhos podem se cruzar, serem trilhados juntos e, de repente, podem fazer uma curva e seguir para lados opostos. Mas o que sempre valerá mesmo, é o tempo que os caminhos foram cruzados, pois ali ficaram marcas. É como dizem, a saudade é uma consequência atrasada de momentos felizes que tivemos. Então, acho que isso eu sempre entendi bem.

      Beijos

      Excluir

Youtube

Curta no Facebook

Twitter