Como amenizar os sintomas da ansiedade

06:25:00

Rotinas estressantes, agendas superlotadas, muitos problemas e eventos traumáticos podem fazer surgir vários sintomas da ansiedade. Você acredita que pode estar sofrendo deste mal? Sabem quais são os sintomas? Descubra neste post e também saiba como amenizar os sintomas da ansiedade.


A diferença entre uma preocupação normal e a ansiedade está na intensidade dos sintomas. Ela é provocada por acontecimentos externos e conflitos internos, ou seja, é de natureza biológica e psicológica, não havendo assim um único fator que a desencadeia.

Os sintomas podem se manifestar fisicamente, como a sensação de aperto no peito e tremores ou emocionalmente como a presença de pensamentos negativos, preocupação ou medo. Geralmente, surgem vários sintomas ao mesmo tempo.

Os sintomas podem surgir em qualquer um, adulto ou criança. Sendo assim, um evento traumático é o fator desencadeador da ansiedade na vida no indivíduo. 

Agora, vamos entender um pouco melhor sobre a ansiedade, quais seus sintomas e como ameniza-los.

O que é ansiedade?

A palavra "ansiedade" tem origem do latim "anxietas", que significa "angústia", de "anxius" que significa "perturbado" e "pouco à vontade", de "anguere", significa "apertar" e "sufocar". 

A ansiedade é uma emoção caracterizada por um estado desagradável de agitação interior, muitas vezes acompanhada de comportamento nervoso, como o de se embalar de trás para frente. É o sentimento desagradável de terror por eventos antecipados, tal como a sensação de morte iminente. Ansiedade não é o mesmo que medo. O medo é uma resposta a uma ameaça real ou percebida, enquanto a ansiedade é a expectativa de uma futura ameaça. A ansiedade é um sentimento de inquietação e preocupação, geralmente generalizado e sem foco, como uma reação exagerada a uma situação que é apenas subjetivamente vista como ameaçadora. É muitas vezes acompanhada por tensão muscular, inquietação, fadiga e problemas de concentração. A ansiedade pode ser apropriada, mas quando experimentada regularmente, o indivíduo pode sofrer de transtorno de ansiedade.
 [Wikipédia]

Quais os sintomas da Ansiedade?

Sintomas psicológicos

  • Tensão e nervosismo
  • Sensação que algo ruim vai acontecer
  • Dificuldade em concentrar-se
  • Medo constante
  • Descontrole sobre os pensamentos
  • Preocupação exagerada
  • Problemas para dormir
  • Agitação dos braços, pernas, mãos e pés
  • Irritabilidade

Sintomas físicos

  • Dor ou aperto no peito e aumento dos batimentos
  • Respiração ofegante ou falta de ar
  • Suadeira
  • Tremor nas mãos ou outras partes do corpo
  • Boca seca
  • Sensação de fraqueza ou cansaço
  • Mãos e pés frios ou suados
  • Náusea
  • Tensão muscular
  • Dor de barriga ou diarreia.
Essas informações foram retiradas do site minha vida.

Se depois de ler essas informações você percebeu que talvez sofra de ansiedade, mas não tem certeza ainda. Faça um teste rápido para saber se você tem a doença e com que frequência. A dúvida se confirmou? Não entre em pânico (isso até soa irônico), existem algumas formas de amenizar estes sintomas.

São práticas naturais que vão diminuir os sintomas e, talvez, até mesmo a frequência dessas crises. Porém, se você deseja um tratamento mais eficaz, entenda que precisará associar acompanhamento psicoterapêutico e o uso de medicamentos psicotrópicos, tratando a causa biológica e promovendo a resolução dos conflitos psicológicos da sua origem.

Como amenizar os sintomas?

#1 - Pratique atividades físicas

A melhor forma e mais comum de controlar a ansiedade é praticando exercícios. Isso ajuda a lidar com estados de ansiedade porque eleva a produção de serotonina, a substância que aumenta a sensação de prazer. 

#2 - Escutem suas músicas preferidas

Escuta-las vai te ajudar a se sentir mais feliz, graças à ação dos hormônios em nosso organismo.

#3 - Alimentos com triptofano ou magnésio

Mastigue sementes que contenham magnésio, pois ajudam o corpo a controlar a ansiedade. Também é recomendado ingerir alimentos que sejam fonte de triptofano, um aminoácido que ajuda a sintetizar a serotonina, como chocolate e banana. 

#4 - Evitem pensamentos negativos

É recomendado evitar pensamentos negativos, tentando avaliar a gravidade da situação. Depois disso, você deve substituir os pensamentos por coisas mais agradáveis. 

#5 - Reduza o estresse diário

Para reduzir o estresse diário, principalmente as pessoas que possuam maior tendência, existem muitas formas de fazer isso. É recomendadas sessões de acupuntura, meditação, também existem tratamentos alternativos com homeopatia e o uso de florais.

#6 - Escreva

Escrever ajuda a redirecionar os problemas e preocupações aliviando os sintomas. Uma dica é obter um diário pessoal. Você pode achar que está ultrapassado, mas posso te explicar como um diário pode te ajudar com seu crescimento pessoal além de auxiliar na amenização da sua ansiedade.

#7 - Sejamos mais organizados

A organização é um hábito fundamental em praticamente todos os âmbitos da nossa vida. É algo necessário para administrar seu tempo, ser mais produtivo, obter resultados nos seus objetivos e, principalmente, para amenizar os sintomas da ansiedade. Viver num ambiente organizado ajuda no equilíbrio emocional, pois é possível aproveitar melhor o tempo, reduzindo muitos fatores que causam a ansiedade.

#8 - Relaxe antes de dormir

Evite muita agitação, preocupação e desgaste. Deixe a tomada de decisões, conversas com assuntos sérios para outro momento do seu dia. Assim você evita a ansiedade e perda de sono.

#9 - Confiem em si mesmo

Sempre repito uma frase que li sobre aprender a se amar e confiar em si mesmo, pois quando se está sozinho e triste de madrugada, a única pessoa que você tem é você mesmo. E, a partir do momento que entende isso, você obtém mais força para lidar com a ansiedade do dia a dia. 

#10 - Cuidem-se

Todos os dias reservem e dediquem um tempo e energia para você se cuidar, para ouvir suas necessidades e saber olhar para si.

#11 - Perca o controle

Um dos maiores agravantes da ansiedade é o autocontrole. Muitas vezes, tentamos dar conta de tudo e quando algo não está sob nosso controle, o sintoma vêm à tona. Portanto, perca o autocontrole. 


Quando criança eu já sofria de ansiedade, mas não sabia que esse era o nome que se dava para os sintomas que eu tinha. Toda vez que eu tinha algo importante, como, por exemplo, me apresentar em público, eu passava mal, literalmente. Tinha suador, tremedeira, vomitava e até cheguei a desmaiar já. 

Com o tempo consegui diminuir os sintomas, chegando a quase não ter mais. Porém, meu trabalho se tornou meu fator traumático, pois lido com estresse e alta pressão o dia inteiro, todos os dias. Com isso, passei a adquirir o sintoma da crise do pânico. Então, luto diariamente contra esses sintomas. Posso garantir que esses 11 itens acima vão te ajudar.

Você sofre de ansiedade? Já identificou os sintomas? Sabe como amenizá-los? Comente.

Acompanhe também nas redes sociais Instagram  |  Facebook  |  Pinterest

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

7 comentários

  1. muito boas dicas que ajudam mesmo, eu sou supe ansiosa, roo unhas, tenho insonia, inclusive tomo medicação, é um mal, mas como vc disse existem formas de amenizar

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, essas formas não tiram a ansiedade, mas ajudam a amenizar bastante. O que já é ótimo, né?!

      Beijos

      Excluir
  2. Amei seu post, Gaby. Sempre tive ansiedade, mas não sabia. Uma das coisas que mais me ajuda é fazer o que eu sempre tive medo, isso vai me deixando mais solta para fazer coisas novas e para saber lidar com situações que antes evitava passar, me fazendo ficar mais calma e menos ansiosa!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma ótima tática, Kaila. Isso te obriga a sair da zona de conforto, que é uma coisa que tentamos controlar. Esses tempos eu comecei a fazer isso, a arriscar fazer tudo aquilo que eu tenho medo. Percebi que minha ansiedade diminuiu bastante.

      Beijos

      Excluir
  3. passei a fazer a escrita terapeutica, 20 minutos escrevendo a mao livre sobre o que me incomoda e etc, ajuda muito a organizar a menta.

    abraços e sucesso!
    http://blogmodelando.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria como um diário, correto? Isso é muito bom, assim pode-se analisar as coisas que mais nos afligem para depois tentar amenizar os sintomas com um foco exato.

      Beijos

      Excluir
  4. Oi Gaby

    post super útil
    ultimamente eu tenho apresentado quadros de ansiedade e é péssimo
    salvei aqui esse post pra ler sempre que preciso!

    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir